Como aumentar a Lubrificação Vaginal



Durante a gravidez, a amamentação, a menopausa, e inclusive devido a diferentes alterações hormonais, a lubrificação vaginal pode ser afetada, tornando a penetração menos prazerosa. Muitas mulheres procuram lidar com esta situação recorrendo a lubrificantes disponíveis no mercado, mas existem alguns hábitos do dia a dia que podem ajudar a melhorar esta situação. Veja de seguida algumas medidas simples que facilitam a lubrificação vaginal:

1) Beba água - manter-se hidratada é fundamental para aumentar a lubrificação vaginal. Consumir pelo menos dois litros de água entre as bebidas e o líquido dos alimentos, é importante para o correto funcionamento do nosso corpo e para a produção de lubrificante de forma  natural.

2) Cuidado com a alimentação - refeições muito baixas em gordura afetam a produção de lubrificante vaginal, pois o estrogénio que influencia este processo precisa de colesterol para ser produzido. Se você tiver uma alimentação com pouca ou nenhuma gordura, provavelmente terá os seus níveis de estrogénio afetados, ocasionando problemas como secura vaginal e diminuição da lubrificação.

3) Higiene da zona íntima - existem produtos especialmente preparados para manter o equilíbrio do PH nesta delicada zona, sem ressecá-la, o que sem dúvida ajudará a favorecer a lubrificação vaginal.

4) Cuidado com o detergente para lavar a roupa intima - é melhor que seja sem perfume e especial para peles delicadas.

5) Preliminares, preliminares + preliminares - dedique tempo aos preliminares para conseguir uma boa lubrificação vaginal - mesmo que algumas situações específicas possam levar ao sexo rápido, em condições normais é importante que ambos estejam suficientemente excitados e, no caso das mulheres, isto passa por uma ótima lubrificação vaginal para desfrutar mais da penetração durante o sexo.

6) Deixe o estresse e a tensão fora do quarto - se estiver constantemente a pensar em mil e uma coisas será difícil ficar excitada, por isso o casal deve procurar situações de relaxamento, desfrutar dos beijos e carícias, explorar-se e excitar-se mutuamente, desligando-se de tudo o que acontecer do lado de fora. 

7) Consulte o seu ginecologista - se, apesar de sentir um bom nível de excitação, estas dificuldades procovarem outros incómodos como ardor ou comichão de forma persistente.


Enviar um comentário